Vacina experimental com base em nanopartículas consegue proteção universal contra a gripe A

Uma nova vacina que usa nanopartículas conseguiu oferecer proteção universal contra os vírus da gripe tipo A, anunciaram hoje cientistas baseados na Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos da América.

Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Em estudos realizados com ratos, conseguiram imunidade duradoura que reforça os efeitos das vacinas sazonais, injetando-os com nanopartículas de proteínas que atacam uma parte específica do vírus, como divulga hoje o boletim científico Nature Communications.

“Estamos a tentar desenvolver uma nova vacina que acaba com a necessidade de vacinação anual. Uma vacina universal para a gripe. Não seria preciso mudar o tipo de vacina todos os anos”, afirmou o investigador Bao-Zhong Wang, professor no Instituto de Ciências Biomédicas.

As nanopartículas utilizadas visam uma parte da estrutura do vírus, o “caule”, que todas as variantes têm, mudando entre si a parte da “cabeça”.

As vacinas da gripe têm que ser atualizadas todos os anos para serem eficazes contra os vírus que se preveem como os mais comuns durante a época da doença.

No entanto, nem sempre cumprem as expectativas ou os fabricantes apostam no tipo errado de vírus, como aconteceu em 2009, quando morreram 200.000 pessoas durante os primeiros 12 meses da vigência das vacinas.

O primeiro autor do estudo, Lei Deng, ressalvou que para testar a “proteção a longo prazo, longevidade ou imunidade induzida em humanos”, a vacina experimental terá que ser sujeita a mais testes clínicos.

Tags:
Categories:

Posted by Barbosa

Leave your comment

Please enter comment.
Please enter your name.
Please enter your email address.
Please enter a valid email address.